BLOG
  • 20.01.2009O que é que o seu cartão de visita diz sobre si?

    image


    Estava a “passear” nos Feeds dos blogs aos quais subscrevo e deparei-me com um assunto bastante interessante, um artigo escrito por Ilana Berenholc na revista Você, S.A.. Talvez a maioria das pessoas não dê grande valor a esta peça fundamental da identidade visual que é o cartão de visita.


    Ora aquilo que li foi o seguinte: “Você só existe como negócio quando tem um cartão de visita. Ele é parte da sua imagem pessoal e corporativa e é a ferramenta ideal para imprimir a sua marca pessoal”.


    Este é um assunto bastante interessante para dissertar.


    image


    Um cartão de visita tem inúmeras funções, a mais directa delas é o convite a outro para manter o contacto consigo. Além disso, indica a forma correcta de escrever o seu nome, a sua ocupação e a forma de o contactar, destacando-o dos demais.


    image


    Por mais que goste de um cartão bonito, tem que compreender que este tem que ir de encontro com a identidade da sua organização (empresa, instituição, etc.). Existem várias condicionantes que podem ajudar a transmitir a identidade visual através de um cartão como por exemplo o formato, cores ou fontes.


    image


    Por mais que goste de um determinado cartão, não adianta copiá-lo pois pode não se adequar ao seu negócio. Nos dias de hoje, é muito fácil criar cartões de visita, existem muitos sites em que é possível fazê-lo, no entanto se não é a sua especialidade não deve fazê-lo.
    Fale com alguém que esteja dentro do assunto para desenvolver a sua identidade visual.


    Já referi várias vezes a expressão “identidade visual”, mas o que é?


    Bem, vagamente, pode se denominar pelo conjunto de elementos gráficos que representam visualmente uma organização. A identidade visual é importante nos dias que correm, pois é a sua imagem que passa para o público. Esta deve ser coerente em todos os elementos, pois fá-los pertencer a um todo.
    Consequentemente a imagem irá ficar reforçada e segura.


    image


    Segundo o artigo que li, e concordo plenamente, não deve guardar os seus cartões no bolso do casaco ou das calças. Guarde num lugar de fácil acesso, num porta cartões que combine com o seu estilo pessoal e transmita uma imagem profissional. É embaraçoso entregar o seu cartão sujo e amarrotado, tem que pensar que o seu cartão, a sua imagem é valiosa e deve ser tratada com cuidado.


    image


    Uma outra questão a ter cuidado é o sentido de oportunidade da entrega do cartão.
    Devem ser utilizados apenas em situações profissionais como apresentações, reuniões de trabalho, etc. Em eventos sociais ou em situações comuns, ofereça apenas a quem ache que vale a pena manter contacto, ou seja, não faça da entrega um acto comum.


    Sempre que haja alguma alteração na sua organização (a morada, o numero de telefone, etc.) altere o seu cartão e se souber dessa alteração com antecedência, rectifique os dados o quanto antes para ter tudo pronto no momento.


    image


    Quando receber um cartão de visita, dê uma vista de olhos antes de o guardar e faça-o com algum cuidado, pois se não o fizer, pode transmitir a ideia de desrespeito perante o outro e a sua organização. E se não valorizar outra organização, como quer que valorizem a sua?


    Por mais insignificante que seja este bocadinho de papel, pode fazer toda a diferença pois um cartão de visita transmite a sua imagem e o modo como conduz o seu negócio.


    Como livro de referencia, deixo o “Nice to meet you”, um livro sobre cartões de visita que mostra como esta pequena utilidade se pode adequar a qualquer tipo de situação. http://www.gingkopress.com/_cata/_degr/nicetomeetu.htm


    Sérgio Maia

Categorias

Seguinte

Anterior

Mais populares

Trabalhos recentes